Uber e 99 darão corridas grátis a passageiro durante greve geral

A cortesia vale para duas viagens que custariam até 20 reais. Se passar desse valor, a corrida terá desconto na tarifa

Desde 1996, o Brasil não enfrenta uma greve geral (Arquivo Tribuna/Reprodução/Veja SP)

Desde 1996, o Brasil não enfrenta uma greve geral (Arquivo Tribuna/Reprodução/Veja SP)


Aproveitando as paralisações previstas para sexta-feira (28) em todo o país, o Uber e a 99 vão oferecer duas corridas de graça, que custariam até 20 reais, para os usuários de seus aplicativos.

Na 99, o desconto vale durante 24 horas, mas apenas para as corridas corridas de carros particulares, o 99POP. A companhia ainda não deu informações de como usar o desconto, mas prometeu publicar o passo a passo ao longo da quinta-feira (27) nas redes sociais e em sua página na plataforma Medium.
O mesmo desconto será oferecido pelo Uber, mas só vale para quem aceitar compartilhar uma corrida e optar pela opção Pool no aplicativo. Diferentemente da concorrente 99, o desconto no Uber será apenas nos horários de pico: das 7h às 11h e das 16h às 20h.
Contrários à aprovação da reforma da Previdência e das leis trabalhistas pelo governo Michel Temer (PMDB), aderiram à greve geral o Sindicato dos Metroviários, os representantes da CPTM, motoboys e motoristas de ônibus – além de servidores municipais e professores das redes pública e privada. 

Em nota, a 99 afirmou que “como empresa de mobilidade, acredita que o seu papel é fornecer às pessoas uma alternativa de transporte, seja para ir ao trabalho, às manifestações, aos hospitais ou qualquer outro lugar.” O Uber, por sua vez, destacou que “os motoristas parceiros são autônomos e todos os dias têm o poder de escolher se desejam ou não dirigir pela plataforma”, negando que estaria se posicionando contrário à greve. 

Deixe seu comentário